21:37

Correr é fazer amigos!!!



A corrida, dizem os médicos, é um dos melhores exercícios aeróbicos, capaz de prevenir doenças cardiovasculares e melhorar a disposição para as atividades do dia a dia. Para muita gente, correr também se tornou uma forma de fazer novas amizades e alargar o círculo social. Nos grupos de corrida, que em geral se reúnem nos fins de semana em parques, praias e ruas, a conversa sobre o novo tipo de tênis ou de camiseta evolui para outros assuntos. Surgem as afinidades entre os corredores, que muitas vezes passam a se encontrar para outras atividades além do esporte. Para os especialistas em corrida, a socialização é a principal explicação para o aumento espetacular na quantidade de associados a grupos de corrida. Há dez anos, nas principais cidades do país, eles não passavam de 1 000 – hoje, chegam a 100 000. Podem ser vistos nas manhãs dos fins de semana, com suas camisetas exibindo o logotipo da equipe, cruzando alegremente os recantos mais aprazíveis das cidades.


O GRANDE DIA


A advogada Paula Roberta Rodrigues no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro: a empresa em que trabalha formou um grupo de corrida para estimular a integração entre os funcionários e criar um ambiente de trabalho mais produtivo. "Nos dias anteriores às corridas em grupo, trocamos e-mails entusiasmados sobre os preparativos", ela conta.
Esses grupos muitas vezes surgem de forma espontânea, entre vizinhos ou nas academias. Nesse caso, cada integrante paga em média 100 reais por mês para ter um treinador atento às suas necessidades de exercício. Outros são atraídos pelas assessorias esportivas, empresas especializadas que oferecem infraestrutura de apoio e treinamentos. Outra forma de encontrar uma turma é procurar clubes de corredores. Eles indicam grupos com o perfil que se deseja e promovem corridas – para participar delas, os preços variam entre 30 e 100 reais. O gaúcho Fernando Andorffy, de 46 anos, auditor da Receita Federal, começou a correr na Equipe do Bira, em Porto Alegre, há quase um ano. Movida pela agitação do grupo, que promove encontros semanais, sua mulher, Helena, também de 46 anos, resolveu se arriscar no esporte. "Nossa vida social mudou desde que meu marido começou a correr. Fizemos novos amigos e resolvi correr com eles também", afirma.
Muitas empresas descobriram que formar grupos de corrida é uma maneira de estimular a integração entre os funcionários e criar um ambiente de trabalho mais prazeroso e eficiente. No Rio de Janeiro, a Chalfin, Goldberg & Vainboim Advogados Associados contratou a assessoria de corrida N-Body com esse objetivo. Segundo a advogada Paula Roberta Rodrigues, 26 anos, que trabalha na empresa, "além de melhorar meu corpo e minha saúde, ao correr com o grupo do escritório tenho a oportunidade de me relacionar com colegas que vão desde o estagiário até o sócio da empresa". Os grupos de corrida deram origem às competições temáticas. Há hoje no país cerca de 600 provas por ano, muitas delas dirigidas a públicos específicos – mulheres, militantes de causas ecológicas, fiéis de igrejas evangélicas e até jovens que frequentam baladas. Nesse caso, as corridas são noturnas e animadas pelo som de DJs. "Acho o máximo participar dessas provas porque em cada uma delas se sente uma energia diferente", diz o paulista José Luis Gracia Lazo, de 27 anos, analista de comércio exterior. "Além disso, elas permitem conhecer gente que gosta das mesmas coisas que você", ele conclui.

EXERCÍCIO E DIVERSÃO

O paulista José Luis Gracia Lazo no Bosque Maia, em Guarulhos, na Grande São Paulo: ele é fã das corridas em grupo em clima de balada, realizadas à noite e animadas por DJs, e também das que acontecem no Autódromo de Interlagos. "Acho o máximo participar dessas provas porque em cada uma delas se sente uma energia diferente", ele diz.

O mais novo atrativo para quem quer correr e fazer amigos são as viagens para disputar provas em outros estados ou no exterior. Várias agências de turismo e empresas que organizam corridas oferecem esse tipo de viagem. A Assessoria Conexão Esportes, do treinador José Eduardo Coghi Pompeu, de São Paulo, já levou corredores ao Rio de Janeiro, a Florianópolis e a Punta del Este, no Uruguai. "Corremos para cuidar da daúde e do corpo, mas também adoramos sair dos treinos e partir para um happy hour para jogar conversa fora", diz o treinador. A corrida de rua em grupos é hoje popular em todas as grandes cidades no mundo, mas, segundo os especialistas em esportes, em nenhum país ela se tronou tão popular quanto no Brasil. A explicação para isso estaria no clima, sem temperaturas rigorosas nem neve, o que permite a prática do esporte o ano todo. Para o paulista David Cytrynowicz, presidente da Corpore, associação de corredores especializada na organização de corridas de rua, "os brasileiros estão cada vez mais ansiosos para sair do ambiente fechado das academias, correr ao ar livre e conhecer gente nova".

por Carolina Romanini

[www.corpore.org.br]






Meu relato:


Sou prova disso, fiz muitos amigos no momento em que decidi que a corrida se tornaria parte da minha vida, naquele exato momento criou-se um elo entre as pessoas que eu conhecia na academia e as pessoas que conheci na equipe na qual de vez em quando eu compareço para correr e rever os amigos. Lembro dos churrascos, das partidas de futebol, que pude até jogar um pouquinho e mostrar meus dotes de "perna de pau", apesar que modesta parte, são pernas bem rapidinhas, rs!

Sinto saudades das pessoas, caminhos foram feitos, outros desfeitos, amigos que não podem correr por enquanto por causa de alguma lesão, outros que se mudaram, outros que não estão mais na equipe, pois decidiram partir para outra equipe e até mesmo formar sua própria equipe.

Sinto falta das conversas antes das corridas, do café da manhã que tomavámos todos juntos, dos risos, do professor da equipe pegando no meu pé, dizendo a famosa frase: "Eli, você precisa melhorar o seu tempo, assim você não vai chegar na maratona", ele sempre dizia isso, não sabia se ele estava brincando ou falando a verdade, porque sempre ficava com aquela cara de enigmático, mas eu ainda pergunto isso a ele.

Aos poucos estou retomando a minha vida de corrida, aliás, a corrida sempre fez parte dela, seja no sentido real da frase ou no sentido pejorativo, o que importa na realidade é que ela faz falta, é como se eu tivesse um elo, uma ponte, algo que me transportasse para um mundo em que a liberdade é vista através dos olhos de um corredor, e é fascinante!!!

Eli Amorim. 31/07/09

15:03

***♫♪***




Te vejo errando e isso não é pecado,

Exceto quando faz outra pessoa sangrar,

Te vejo sonhando e isso dá medo,

Perdido num mundo que não dá pra entrar

Você está saindo da minha vida

E parece que vai demorar

Se não souber voltar, ao menos mande notícias

'Cê acha que eu sou louca

Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo

Antes que isso aqui vire uma tragédia


E não adianta nem me procurar

Em outros timbres, outros risos

Eu estava aqui o tempo todo

Só você não viu


E não adianta nem me procurar

Em outros timbres, outros risos

Eu estava aqui o tempo todo

Só você não viu


Você tá sempre indo e vindo, tudo bem

Dessa vez eu já vesti minha armadura

E mesmo que nada funcione

Eu estarei de pé, de queixo erguido

Depois você me vê vermelha e acha graça

Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo

Antes que isso aqui vire uma tragédia


E não adianta nem me procurar

Em outros timbres, outros risos

Eu estava aqui o tempo todo

Só você não viu


E não adianta nem me procurar

Em outros timbres, outros risos

Eu estava aqui o tempo todo

Só você não viu


Só por hoje não quero mais te ver, só por hoje não vou tomar minha dose de você

Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam

E essa abstinência uma hora vai passar...♫♪♫♪...

Pitty - Na sua estante

20:50

Esclarecimentos!!!




Detesto quando penso que meu caráter possa ser desacreditado, sempre lutei pela minha integridade em quanto ser humano, sempre prezei pela ética, e sempre assumi os erros que cometi, não deixando que ninguém em hipótese alguma duvide da minha honestidade.


Li hoje em algum lugar, um certo moço que disse que "a mesma pessoa" que defende na rua com cartazes por um mundo melhor, é a mesma que plagia textos alheios, que para mudar esta pessoa deveria mudar o mundinho dela, pois bem, Sr. Moço, você está muito enganado ao meu respeito, não tenho o porque copiar textos de colegas de blog, isto não me compete, eu sei o quanto é gratificante quando escrevemos algum texto e este texto é divulgado e lido por muitas pessoas, e é claro, quando se dá os devidos créditos.


No meu blog, você encontrará diversos tipos de textos, alguns são retirados da web ou de outros amigos e TODOS coloco os devidos créditos, outros são escritos por mim, assim como as imagens que algumas são minhas e outras tiradas da web, e no blog eu especifico que, aqueles que se sentirem lesados por colocar alguma imagem em meu blog, que se pronuncie que eu as retiro.


Então, quando falar algo, primeiro analise aquilo que quer dizer...Talvez, não tenha sido pra mim, mas meu blog também tem caráter social, como as campanhas que faço para pacientes com leucemia e que precisam de um transplante urgente de medula óssea. Caso, queira ajudar fique a vontade, ao invés de fazer pré-julgamentos desnecessários.

Uma boa noite,

Eli Amorim.

23:12

TPM ou seria Todos os Problemas Misturados???

Cerca de 85% das mulheres sofrem com os sintomas físicos e emocionais da TPM e podem não saber. E eu faço parte desta estatística, esta minha semana está uma piração total, estou irritada e sem ânimo para algumas coisas, a danada da TPM me pegou e olha que não é fácil, "Tô puta mesmo", viu rs!

Achei uma crônica muito pertinente da jornalista Rosana Hermann, neste exato momento só quero sumir...rsrsrs!!!



PANELA DE PRESSÃO



Por Rosana Hermann



A gente sabe quando a coisa está começando, ninguém precisa avisar. O calendário serve só pra confirmar o óbvio porque os sintomas surgem antes no corpo: a respiração dilata as narinas, o coração acelera, os olhos se aprontam para lançar pequenos dardos e a garganta prenuncia uma vontade de rosnar para quem nos contraria.

Mesmo num dia lindo de sol, em questão de segundos, o tempo fecha, as nuvens de irritação se adensam e antes que a mão alcance o pote de margarina no café da manhã você já olhará para a faca pensando em todas as outras possibilidades de uso que ela pode oferecer além de espalhar coisas no pão. Vai começar a TPM e sua horripilante transformação.

Existem muitas analogias que poderiam descrever com precisão literária a aproximação e instalação da TPM numa mulher em idade fértil e sexualmente ativa, analogias essas que podem ser emprestadas de todas as áreas do conhecimento humano.

O processo pode ser comparado a um furacão atravessando a Flórida, um tsunami varrendo a Ásia ou qualquer uma das sete pragas do Egito, incluindo a minha favorita, a nuvem de gafanhotos. Valeriam também as cenas históricas das ocupações napoleônicas, as obras faraônicas ou o movimento das placas tectônicas. Todas essas imagens e rimas, porém, remetem a coisas que acontecem do lado de fora, a céu aberto. E é aí que está a falha das figuras de linguagem.

A TPM não é um esporte ao ar livre mas uma luta indoor. É como se, do nada, dois lutadores de sumô ensandecidos assumissem o controle do seu corpo tentando arrastar seu cérebro para fora do pequeno círculo da sanidade mental, geralmente, com muito sucesso. Apesar de todos os esforços poéticos para encontrar descrições épicas para essa descompensação horrorosa que acomete as fêmeas do mundo inteiro aos milhões, existe uma imagem caseira que cumpre sua função de ilustrar a TPM com mais gabarito: a panela de pressão.

No começo tudo parece normal. A coisa começa devagar. A panela ainda está fria, a água em seu estado fundamental, o apito sem função. À medida que o tempo vai passando e o fogo vai persistindo, as primeiras bolhinhas de fervura começam a dar o ar da graça. A tampa vai grudando na borrachinha, a panela começa a suar, o apito ensaia suas primeiras sambadinhas.

E a coisa vai num crescendo... e aumentando a pressão... a água começa a ferver... o apito sai cantando... A partir deste momento, nem é preciso investir no fogo. Mesmo abaixando a chama a mulher já pegou fervura e aí, nem peão de festa de boiadeiro segura. A panela de pressão já está a mil. Daí pra frente só tem duas saídas: ou alguém libera o apito pra extravasar o vapor da ira ou é certo que vai ter explosão com direito a tempestade de feijão.

E o pior: qualquer pessoa, qualquer motivo, qualquer detalhe pode reacender a chama e reiniciar o processo. Realmente, é fogo. Mulher de TPM transpira, transborda, extrapola, extravasa. Tudo é over, super, hiper, ultra, mega dramático e conflitante. Os sentimentos são servidos ao mesmo tempo e todos juntos, como num grande e louco buffet de emoções doces e salgadas.

Os desejos se confundem com os medos e o nexo se decompõe diante da insegurança. Você tem fome de doce mas todos os bolos são recheados de culpa. A gramática abre mão de suas regras para que você possa conjugar os verbos rir e chorar simultaneamente. Todos os detalhes podem se transformar em estopins, de forma tal que uma unha lascada adquira o poder de detonar um surto psicótico alucinante ou uma briga de morte infernal com o zelador do prédio.

Ninguém sabe exatamente pra que serve a TPM. Talvez não sirva pra nada. Ou talvez seja intencional, um método obtuso de controle da população, já que nesse período além de não querer fazer sexo algumas mulheres também tem vontade de enviar o parceiro numa viagem à Marte, só de ida.

Talvez seja só um defeito de fábrica. Um pequeno probleminha na costela de Adão, um simples capricho da Criação. Não sei qual a exata explicação. Só sei que tem dias que a gente sente que nossa existência é pouca panela pra suportar tanta pressão.

22:49

Quase...


Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.

Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono. Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados.

Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência, porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.

Não deixe que a saudade sufoque que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.


Sarah Westphal

P.S.: Outra expressão que não gosto é a "poderia ter sido", dá a idéia de fracasso, de covardia, de lamento e angústia. Sempre digo aos meus amigos e familiares, nunca deixe que sua vida se resuma nesta frase, é melhor arriscar-se do que nunca ter tentado. Eli Amorim - 28/07/09.

22:18

Meu anjo da guarda!!!


"Sou seu anjo... Já que me deixaram falar diretamente com você, gostaria de te lembrar, que estou ao seu lado sempre, mesmo quando você acredita estar totalmente só e abandonado, até nesse momento eu estou segurando a sua mão, eu estou consolando seu coração, eu estou te olhando, e por te amar demais, fico triste com a sua tristeza, mas, como eu sei que você nasceu para brilhar, eu agradeço a Deus a oportunidade bendita de te conhecer e cuidar de você, porque você é realmente muito especial."


Acreditam em anjos?
Dizem que todos nós temos um anjo da guarda e que até podemos comunicar com eles. Uns acreditam nisso, outros acham que é pura mentira!
Há mesmo quem garanta que sente a sua proteção em determinadas situações da vida.
Acredite ou não, o que é certo é que por vezes há pessoas que estão ao nosso lado na hora certa, que nos dão a mão e nos dizem as palavras mágicas. Como se fossem anjos...
P.S.: Obrigada, meu anjo da guarda, rs!!!

16:13

Metapoema!!!




A música fagocitou o poema,


E aquilo que se aclamava, agora cantamos.


O poema certamente usou maquiagem e roupagem.


Mas ninguém mata um poema, nem sua viagem.


E onde antes havia notas, hoje temos letras,


e onde lemos letras, ecoam instrumentos,


e onde haviam histórias, hoje são músicas.


E as cordas já não são apenas vocais


e poemas já não são iguais...


...


Ou o amor volta a cantar na paz de uma
boa companhia, no cuidado dos amigos!!!



Eli Amorim e Maurício Sanaiote (http://porquepensar.wordpress.com/).
P.S.: Mau, estamos no caminho certo!!! A música vai rolar,
só preciso de inspiração, rs! Beijos amigo meu!!!

10:17

Fome de Justiça - Artigo



Somam hoje 950 milhões as pessoas ameaçadas pela fome crônica.

Eram 800 milhões até 2007. De lá para cá o número aumentou, devido à expansão do agronegócio, cujas tecnologias encarecem os alimentos, e à maior extensão de áreas destinadas ao cultivo de agrocombustíveis, produzidos para saciar a fome de máquinas e não de gente.

A fome é o que há de mais letal inventado pela injustiça humana. Causa mais mortes que todas as guerras. Elimina cerca de 23 mil vidas por dia; quase 1.000 pessoas por hora! As crianças são as principais vítimas.

Quase ninguém morre por falta de alimentos. O ser humano suporta quase tudo: políticos corruptos, humilhações, agressões, indiferenças, a opulência de uns poucos. Até o prato vazio.

Por isso ninguém morre da falta completa de alimentos. Os famélicos, quando nada têm para comer, levam à boca, para enganar a fome, restos catados no lixo, lagarto, rato, gato, tanajura e variados insetos. A falta de vitaminas, carboidratos e outros nutrientes essenciais debilita o organismo, torna-o vulnerável às enfermidades. Crianças raquíticas morrem de simples resfriado, privadas de defesas.

Há apenas quatro fatores de morte precoce: acidentes (de trabalho ou trânsito); violência (assassinato, terrorismo ou guerra); enfermidades (AIDS ou câncer); e fome. Esta produz o maior número de vítimas. No entanto, é o fator que menos suscita mobilizações.

Há sucessivas campanhas contra o terrorismo ou pela cura da AIDS, mas quem protesta contra a fome? Os miseráveis não fazem protestos.

Só quem come entra em greve, vai às ruas, manifesta em público descontentamento e reivindicações. Como essa gente não sofre ameaça da fome, os famintos são ignorados.

Agora, os líderes das nações mais ricas e poderosas do mundo, reunidos no G-8, em L'Aquila, Itália, no início de julho, decidiram liberar US$ 15 bilhões para aplacar a fome mundial.

Como o G-8 é cínico! Ele é o responsável pelos famintos serem multidão. Eles não existiriam se as nações metropolitanas não adotassem políticas protecionistas, barreiras alfandegárias, transnacionais de agrotóxicos e de sementes transgênicas. Não morreriam de fome cerca de 5 milhões de crianças por ano se o G-8 não manipulasse a OMC, não incentivasse a desigualdade social e tudo isso que a aprofunda: o latifúndio, a especulação dos preços dos alimentos, a apropriação privada da riqueza.

Apenas US$ 15 bilhões! Sabem quanto esses senhores e senhoras do G-8 destinaram para salvar - não a humanidade - mas o mercado financeiro, de setembro de 2008 a junho de 2009? Mil vezes esta quantia! US$ 15 bilhões servem apenas para oferecer uns caramelos a alguns famintos.

Sem contar que boa parte desses recursos irá para o bolso dos corruptos ou servirá de moeda de troca eleitoral.

Dou-lhe um pão, dá-me um voto! Se o G-8 tivesse de fato intenção de erradicar a fome no mundo, promoveria mudanças nas estruturas mercantilistas que regem a produção e o comércio mundiais, e canalizaria mais recursos às nações pobres que aos agentes do mercado financeiro e à indústria bélica.

Se os donos do mundo quisessem realmente acabar com a fome, eles tornariam o latifúndio um crime de lesahumanidade e permitiriam a livre circulação de alimentos, assim como ocorre com o dinheiro. Do mesmo modo, se tivessem mesmo o propósito de erradicar o narcotráfico, em vez de prender uns poucos traficantes, poriam suas máquinas de guerra para destruir definitivamente os campos de plantação de maconha, de coca, de papoula e de outros vegetais, transformandoos em áreas de agricultura familiar. Sem matérias-primas, não há traficante capaz de produzir droga.

Dizer que o G-8 intenciona acabar com a fome ou salvar o planeta da degradação ambiental equivale a esperar que, no próximo Natal, Papai Noel traga de presente uma vida digna a todas as crianças pobres. O cinismo é tanto que os líderes mundiais prometem estabelecer bases de sustentabilidade ambiental a partir de 2050.

Ora, se a natureza algo ensina de óbvio é que, a médio prazo, estaremos todos mortos! Se a Terra já perdeu 25% de sua capacidade de autorregeneração, o que acontecerá se a humanidade tiver que esperar mais 40 anos para que se tomem medidas eficazes? Se aqueles que não passam fome tivessem, ao menos, fome de justiça, virtude qualificada por Jesus como bemaventurança, então a esperança em um futuro melhor não seria vã.


Famintos não existiriam se alguns países não fossem tão protecionistas

*FREI BETTO é escritor. (O Globo - 24/07/09)
P.S.: As imagens te assustaram??? Era esse o meu intuito, despertar teu interesse pelas coisas que estão acontecendo no mundo, fome, sede, violência urbana, violência contra crianças e mulheres, guerra, frio, aquecimento global, crise econômica, guerra, fome, desemprego, aquecimento global, fome, sede, violências, guerra, injustiças, frio, estou repetindo propositalmente também. Espero que essas repetições te façam pensar, assim como eu tenho pensado muio sobre estes assuntos, que a cada dia, se torna uma missão impossível de resolver, mas como muitos dizem: "A fé move montanhas", espero que a nossa, independente de sua religião, remova isto tudo....
Eli Amorim - 25/7/09

13:46

Reflexão!!!


"As Melhores Mulheres pertencem aos homens mais atrevidos. Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim, as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados... Elas têm que esperar um pouco mais para o homem certo chegar... aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore”.

(Machado de Assis)




Têm uns que se acham capazes, valentes, alcançam o topo e descobrem que é preciso mais do que coragem para conseguir a maçã perfeita.
Descobrem que é preciso que ele continue acreditando que depois de colhida a maçã é homem suficiente para manter e proteger sua maçã e, principalmente, que não é porque a maçã estava no topo da árvore que ela é inalcansável e precisa ser colocada num pedestal.

Os que deixam de acreditar em sua coragem, abrem mão de sua maçã e passam a escolher aquelas que já caíram da árvore, que não eram as melhores, nem perfeitas.

A consequência disso, é que para a maçã perfeita - do topo da árvore - a retirada da árvore pelo homem que não conseguiu continuar acreditando em si mesmo, não lhe tira o status de melhor. Porém, para o homem que passa a acreditar que só é capaz de ter para si aquelas que nunca terão a possibilidade de estar no topo, já que se encontram no chão é de voltar para a árvore, o caminho é muito grande, do tamanho talvez da coragem que precisa resgatar em si mesmo, para se acreditar capaz de voltar a conquistar o que está em um patamar acima; ou seja, voltar a buscar a maçã do topo da árvore, que jamais aceitará qualquer coisa, ou deixará seu nível de exigência, uma vez que já teve ou sempre terá o melhor para si, não aceitando nada menos daquele capaz de proporcionar-lhe sua felicidade.

20:44

Relex...



Ótima música para relaxar...

13:30

Amizade Eterna!!!



Pela amizade que você me devota,
por meus defeitos que você nem nota...

Por meus valores que você aumenta,
por minha fé que você alimenta...
Por esta paz que nós nos transmitimos,
por este pão de amor que repartimos...
Pelo silêncio que diz quase tudo,
por este olhar que me reprova mudo...
Pela pureza dos seus sentimentos,
pela presença em todos os momentos...


Por ser presente, mesmo quando ausente,
por ser feliz quando me vê contente...
Por este olhar que me diz:"Amigo, vá em frente!"
Por ficar triste, quando estou tristonho,
por rir comigo quando estou risonho...
Por repreender-me quando estou errado,
por meu segredo sempre bem guardado...

Por seu segredo, que só eu conheçoe por achar que só eu mereço...

Por me apontar pra Deus a todo o instante,
por esse amor fraterno tão constante...

Por tudo isso e muito mais eu digo: "Deus os abençoe, meus queridos amigos!"
Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar conosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir.
Feliz Dia dos Amigos!!!

Beijos super carinhosos a todos e uma semana mágica!
Eli Amorim.
P.S: Aos amigos que não estão nas fotos, saibam que o meu carinho é o mesmo,
tenho todos no meu coração!!!

13:49

Campanha para Salvar Vidas na X-9 Paulistana!!!


Atenção Zona Norte, contamos com vocês!!!
O Cláudio espera pela gente!!!
O amor pode ser medido? Claro!!! Em um frasco de 10 ml...
Eu estarei lá, a Liga estará lá, traga um amigo!!!
Beijos,
Eli Amorim.

22:11

Meu prazer é correr!!!



Correr virou esporte nacional. A modalidade, que sempre atraiu muita gente porque pode ser praticada sozinha, há tempos deixou de ser solitária. A maioria começa quietinha na esteira em busca de um corpo mais enxuto, assim como ocorreu comigo, mas logo encontra uma amiga que corre, outra que participa de provas... Da troca de informações para as competições é um passo. E assim o esporte vai atraindo cada vez mais praticantes. É gente como a gente, que busca uma atividade para mexer o corpo, se divertir, conhecer uma galera e até paquerar, bom paquerar não posso mais, rs!!!
Eu adoro ver as pessoas unidas. Sabe? Tipo quando uma galera precisa empurrar junto um carro que o motor fundiu em plena avenida. Ou naquelas fotos de grandes grupos em que todo mundo tem que dar um passinho para o lado, abraçar o vizinho, sorrir ao mesmo tempo e não piscar. Não pisque!
Talvez por isso seja apaixonada por esportes coletivos. Gosto de ver pessoas diferentes em funções diversas se esforçando, lutando, dando o sangue para fazer mais um ponto, mais um cesta, mais um gol. Para depois sofrerem juntos e comemorarem juntos. Aquele monte de sorriso e lágrima misturado, de todo mundo.
Tem quem diga que a corrida é um esporte solitário. Que, com exceção dos treinos em equipe e das provas de revezamento, é sempre você consigo próprio. É você sozinho quem tem que se incentivar, se puxar e até dar bronca se necessário. Grande mentira.
Corredor tá sempre se apoiando mutuamente. Eles podem até acordar e calçar os tênis sozinhos, fazer o planejamento de corrida sem perguntar para o colega de largada o que ele acha, correr imersos nos próprios pensamentos, mas experimente parar de correr no meio de uma prova. Aparecem dezenas de mãos e tapinhas nas costas, gritos de incentivo, gente oferecendo água, falo como experiência própria, quando vinha aquela dor no joelho ou então aquele cansaço de uma subida íngreme, vi muitos desconhecidos unidos terminarem o percurso. Para depois sofrerem juntos e comemorarem juntos.




No revezamento 42 kms do grupo Pão de Açucar no ano passado eu vi isso: um monte de mulheres felizes por estarem juntas, mesmo sem saberem os nomes umas das outras. O mais importante elas sempre souberam: são todas corredoras.
Faço parte da equipe de corrida Playteam e tenho orgulho disso, tenho orgulho do meu esporte, tenho orgulho da minha corrida, não sou uma maratonista, mas eu corro pelo simples prazer que a corrida me proporciona.
Keep Running!

23:05

Deixe estar! Melhor assim...


Perda de tempo. As tardes perdidas confessando minhas paixões, serviram-lhe de risos. Eu nunca me esquecerei de como as roubou para você, mesmo em nada se aproximando daquilo que realmente desejava.
Perda de tempo. Servia-lhe de companhia nos dias em que o telefone não tocava, naqueles que ninguém apareceria. E hoje ainda é assim. Aqui o telefone só toca quando não sobrou ninguém para chamar, quando todos os dedos estão ocupados para opinar.
Perda de tempo. Sua omissão, não apontar algo fora do lugar, chamar o mais próximo e debochar. Quantas vezes.....
Perda de tempo. Em alusão aos velhos tempos: vergonhoso! Apontar o dedo para tudo e todos e olha só o que fez, faz e segue fazendo? Minha ‘perfeitinha’, patético!
Você não é nada disso. Nada do que pensa, pensam ou pensei.
Cansa-me o narcisismo alheio, tanto mais o teu. Detalhes de anjo em coração de dragão não significam beleza nem nobreza, majestade.
Você está fadado aos julgamentos que fez, ao destino que tanto evitou. Sim, todos lembrarão de você, mas estes mesmos terão inúmeras falhas pra assinalar na lista dos ‘melhores momentos’, eis a minha.
[sintaoqueusinto.blogspot.com]

P.S. Gostei do texto deste blog, resumi muito este meu momento de agora, não tenho que explicar, afinal, já expliquei o que tinha que explicar...e nestes casos o melhor a fazer é se isolar, evitar, não tentar nada. Uma coisa que não consigo compreender no ser humano, é a falsidade.
Acredito que você, já deva ter reparado que, mesmo que chegue ao extremo, não consigo ser falsa, não consigo passar a mão na cabeça de hiena. Mas pior que aquele que utiliza da falsidade para evitar conflitos, é o sujeito que aproveita-se deste recurso para conseguir deslizar como sabonete na busca pelo topo. Quem nunca deparou-se com um falso sorridente? Uma pessoa que é capaz de chamá-la a um canto no bar repleto de gente importante, só pra trocar uma idéia sobre sua vida, de sorriso no rosto, ouvindo e aconselhando. Mas, meses depois, sua boca escancara-se ao perceber uma verdadeira serpente deslizando por onde outrora habitara um manso e lindo carneirinho feliz.
Tudo isso porque ignoramos, cegamente, os conselhos dados por amigos verdadeiros, alertando sobre o caráter e personalidade daquele que enxergamos como manso. A hora vem. E a porrada normalmente é na esperança de machucar feio.
Os fracos, apanham calados, sem realmente conseguir distinguir de onde estão vindo os tiros. Quando percebe, sua vida tornou-se um inferno, graças as manipulações e mentiras profanadas por alguém cuja intenção é somente o benefício próprio. (Confesso que fui fraca e burra).
Já os fortes, enxergam. E ao enxergar, seguram de peito aberto o que vem a seguir, sustentando-se sobre a força da razão, a consciência. Não abaixam a cabeça, nem quando muitos voltam-se contra. Não. Uma consciência verdadeira é capaz de destruir qualquer imposição.
Quando vemos, tornamo-nos um dos que antes nos avisavam sobre o caráter referido, pois ao oposto daquele que tenta nos prejudicar, torcemos somente pelo bem de nossos amigos.
É, acho que estou ficando meio piegas, em pleno século XXI, ainda prezo por valores como verdade e moral. Ultimamente tão raro, que cada vez mais percebo o amor que sinto por minha própria família.
O mundo sempre dá voltas. E eu juro que não sou vingativa, porque a justiça tá em Deus. Já dizia minha mãe: “Deixe estar”. Na próxima, acerte-o com uma vassoura, só minha mãe mesmo, rs!
Trecho dele em um depoimento qualquer: Eu me envergonho por não te dar o mínimo...eu me sinto um nada...nem um ponto do que vc me disse...Eu poderia ser melhor com vc...mas eu sou incapaz! Adoro a sua alegria... Sua companhia.... Sua pessoa... vc é uma alma linda, uma energia boa...vc conforta qualquer um...Vc é única...com toda certeza! Já te disse isso....E eu sei que se vc apareceu na minha vida.... Não foi pra ser uma pessoa que entra e sai pela mesma porta! Algo você veio fazer aqui... E a gente precisa descobrir!
Minha resposta neste momento: Já descobri, infelizmente eu já descobri através da realidade mais crua que alguém possa descobrir... mas, foi melhor assim... Olha o lado positivo disso tudo, um aprendeu com o outro, talvez este fosse o plano!

Sinceridade é tudo! Dispenso falsidade e sofrimento.

Eli Amorim. 15/07/09

20:02

Caminhos que percorremos...


Hoje conversando com uma amiga da Liga, ela tocou no assunto de como é difícil ser voluntário no Brasil, porque ela só encontra "nãos" e regras, e mais regras... quando ela vai procurar ajuda de outras Ongs para a divulgação da doação de medula óssea.

Bom, expliquei a ela que era assim mesmo, que até em organizações não-governamentais, há a necessidade de seguir regras, de ter limitações, como qualquer outra empresa privada, de possuir voluntários capacitados, assim como profissionais em empresas, e que principalmente, que saibam do que está falando para o público.

Sabemos que elas não fazem parte do Estado, nem a ele estão vinculadas, mas se revestem de caráter público na medida em que se dedicam a causas e problemas sociais e em que, apesar de serem sociedades civis privadas, não têm como objetivo o lucro, e sim o atendimento das necessidades da sociedade.

Sabemos também que é lindo ajudar, é lindo ter um bom coração, ter vontade e coragem, mas no mundo de hoje, nem tudo isso é bem aceito, pés no chão, este é o caminho. Imagina se todas as ongs aceitassem as pessoas sem regras, sem organização, nem elas conseguiriam ajudar as pessoas e nem a ela mesmo.

Não estou aqui fazendo nenhuma declaração de apologia, apenas expressando a minha opinião sobre a gestão destas organizações que se vêem compelidas a pensar no futuro, mas porque se defrontam, em seu cotidiano, com problemas que ameaçam a sobrevivência a curto prazo, principalmente quando os recursos se tornam escassos, compromentendo a condução de seus projetos e questionando sua própria razão de ser.

Quando criamos a Liga, deixamos bem claro as pessoas, não somos ONG e muito menos uma Associação, temos apenas a divulgação em nossas mãos, porque temos um campo exploratório muito bom para isso, a internet, que graças a Deus, têm nos ajudado muito, porque as pessoas tem a necessidade de informação, de querer mais, e porque não dar mais a estas pessoas?

Por exemplo, as campanhas "Robertinho, Anjo e Guerreiro", conseguimos um número significativo de pessoas cadastradas que para a AMEO continua a ser um recorde, foram mais de 12 mil pessoas, e que dessas conseguimos 10 doadores compatíveis, isto quer dizer, 10 pessoas conseguiram uma nova esperança.

Mas, é aí que tá o sabor especial de ser um voluntário, é o bem que você consegue trazer para alguém e para si, é tão gratificante, tão importante, é recompesador, vale todos os nãos, todas as regras e todos os empecilhos que enfrentamos, o resultado final é que conta, pelo menos pra mim.

Sempre tive a curiosidade sobre o trabalho voluntário, me inspirava nas pessoas que tinha algo para oferecer as outras, seja espiritual ou material, pois o prazer de ajudar sempre me fascinou, eu lembro que ficava assistindo maravilhada o filme da Madre Teresa de Calcutá, a sua luta, o quanto aquela mulher sofreu tentando provar que o amor de Deus era maior do que qualquer arma ou de qualquer palavra de ofensa.

Outro que tive a oportunidade de conhecer pessoalmente foi o Dr. Patch Adams, pude assistir sua palestra quando ele veio para o Brasil em 2007, quão maravilhoso é aquele homem, ele provém uma técnica totalmente nova para a cura das enfermidades humanas, a técnica do sorriso, foi uma experiência sensacional, não posso esquecer do lendário Hebert de Souza e sua campanha contra a Fome na década de 90, ele tinha como principal objetivo propor a sociedade, dos pontos de vista político, social, econômico e cultural, uma afirmação de que a apesar da luta hoje parecer mais suave, as certezas quanto aos rumos são mais difíceis, pois teriam a dificuldade de financiamento, desde aquela época Betinho já sabia que o Terceiro Setor não ia ser nada fácil.

Admiro o trabalho dos Doutores da Alegria, do qual já pude ver de perto e conhecer um pouco mais sobre o trabalho, aliás, recado para o Dr. Mané: Adoro você!

Não sou leiga no assunto trabalho voluntário, pude participar e participo de perto e ver. Os olhos dizem tudo, e nem era preciso ouvir o "Obrigada Eli", bastava o olhar, nossa o que eram aqueles olhares, o que são estes olhares? São os olhares de Deus, só podem ser.

Eli Amorim - 14/07/09

[Pat Souza não desanime, temos olhares para admirar, não desista, apenas estamos caminhando, e caminhar não significa que demoraremos a chegar, chegaremos lá, tenho certeza!]

14:17

6h30...






PAREÇO CONTIGO


NORMAL E DO AVESSO


VAMOS SEGUIR O CAMINHO SEGURO


PRA CONTINUARMOS ASSIM NO FUTURO






PAREÇO CONTIGO


SEM MAIS NEM PORQUÊ


VAMOS SEGUIR NOSSAS PISTAS


COM TODA A INCERTEZA


PRA CONTINUARMOS FELIZES À MESA






EU DOU UM VALOR ABSURDO NA VIDA


ELA ME TRAZ BEM MAIS QUE ALEGRIA


TRAZ ALGUÉM PRO MEU SOZINHO


TRAZ VOCÊ ÀS 6H30






PAREÇO CONTIGO DE OLHOS FECHADOS


VAMOS SEGUIR NO ESCURO


SONHANDO ACORDADOS


PRA NUNCA DEIXAR NOSSA LUZ SE APAGAR






A GENTE SE PARECE TANTO


A GENTE ESTÁ SÓ COMEÇANDO


A GENTE VAI SE CONHECENDO


E VÊ QUE AINDA NÃO SABE NADA






A GENTE SÓ QUER SER FELIZ


UM MUNDO MAIS EQUILIBRADO


A GENTE ESQUECE QUE O AMOR


É TUDO E NÃO NOS COBRA NADA






EU DOU UM VALOR ABSURDO NA VIDA


ELA ME TRAZ BEM MAIS QUE ALEGRIA


TRAZ ALGUÉM PRO MEU SOZINHO


VOCÊ ÀS 6H30


[Jota Quest]




P.S. Quer vir comigo amor???


Adoro teu jeito de menino!!!


01:22

Ode ao tênis!


Recebi isto do ChampionChip e achei bacana!

Já que a corrida é como se fosse nossa religião.

Sou corredora, meu tênis é meu companheiro.

Meu mundo é a CORRIDA.

13:03

Reflexão

"Da maldade que nos fazem devemos tirar lições para não fazê-la aos outros.
Aprender o bem, com o mal, e praticá-lo,
é andar sob as bênçãos do céu e
jamais perder-se nas masmorras dos pecados. "
Inácio Dantas
P.S: Estou me desprendendo das coisas antigas, dos momentos ruins,
das mágoas, dos medos, das angústias, das coisas que realmente têm
me feito uma pessoa triste, mas que agora, já não tem tanta importância,
já não me machucam mais, realmente eu defino como um NADA, e o
nada não tem efeito nenhum. E vamos que vamos...
muita coisa espera por mim, pelas minhas atitudes
e só o tempo é meu aliado agora...
Boa semana pra todos...
Beijos,
Eli Amorim.

21:18

Fita Métrica!

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.
Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.
Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.
Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.
É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.
Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.
[Martha Medeiros]
P.S.: Boa semana!!!

20:44

Que se exploda!

Eu tentei,

Juro que eu tentei,
Tô de saco cheio.

Mas quer saber?

Quero que tudo se exploda!
Eli Amorim.

15:03

Blog em construção!!!
Agora eu acerto!!!
12/07/09

17:05

Chove chuva, chove sem parar!


A cidade de São Paulo amanheceu chuvosa, fria e cinzenta.

Alguma coisa me diz que a chuva não vai parar.

O céu está "fechado", e cada gota que cai parece convidar outra após si.

Bom para colocar as coisas em dia, ler aquele livro que eu venho adiando,

arrumar este meu blog, que ainda não ficou com a minha cara,

tá faltando algo que ainda não sei o que é.

Mas se o universo esta fazendo isso, é porque foi necessário,

a limpeza que esta ocorrendo do ar e dos nossos sentimentos só

será sentida em momento futuro. Mas fiquem tranquilos, assim que

as borboletas pararem de bater as suas asas, a chuva irá parar também.

E neste momento os céus irão se abrir e a luz renovadora do Sol

voltar a brilhar sobre nossas vidas.

Nada que ocorre, ocorre sem um fim.

Aguardem e confiem, o Sol continua lá em cima.

Vou arrumar isto aqui, rs!!!

Eli Amorim.

19:07

Fakes, pragas virtuais!!!



Tenho recebido diversos comentários maldosos com relação a este texto, de pessoas que são fakes e que segundo eles este texto não é a realidade, mas queria colocar uma coisa, seria legal ser enganada ou enganado por um fake que fingisse ser um paciente com leucemia??? Fica a reflexão...
E outra coisa cada um tem a sua opinião e temos a liberdade de expressão e respeito muito, e para os anônimos pode se identificar, e agora quem é o fake aqui??? Leia o texto.

Alguém já ouviu falar na palavra "fake"? Acredito que a maioria de vocês, pois é, a palavra fake é um termo usado para a palavra falso em inglês, e também para denominar contas ou perfis usados na internet para ocultar a identidade real de um usuário.

São espécies encontradas em sites de relacionamento como o Orkut, Facebook, Twitter mas segundo a delegacia de polícia de crimes digitais, eles também estão em serviços de mensagens instantâneas como o MSN.

Eu já prefiro definí-los como pessoas com baixa estima, que não tem amigos e resolve criar este personagem para se auto-popularizar, como se cada fake tivesse vida própria, algumas pessoas gostam tanto de fakes que abandonam sua própria vida para alimentar a vida de um fake, credo!

Como não poderia deixar de ser, os fakes, podem ser aqueles baseados em gente famosa, gente que se faz seu amigo, gente que está entre a vida e a morte, e pra piorar, ficam o dia inteiro adicionando pessoas porque não tem mais nada para fazer da vida medíocre que levam e tem que estourar o saco dos outros, ou descontar sua raiva em outras pessoas, fazem profiles de todos os tipos, de todos os gostos e de variados lugares, são um bando de parasitas, que só servem para ficar xeretando a sua vida e enchendo o saco.

Eles adoram o ORKUT e Facebook, adoram colocar frases copiadas de diversos livros, principalmente os de auto-ajuda, aqueles que se diz fazer algo, acaba sempre comovendo você de alguma forma, torna seu amigo ou amiga, e você acredita em tudo e, acaba se apaixonando e conclusão: sua vida vira de ponta a cabeça.

Acredito que trata-se de pessoas muito feias que não gostam de sua vida e tentam viver a vida de outra pessoa, a grande maioria criam fakes para fazer maldades, exemplos de maldade:

O que todos não sabem é que existem pessoas que acreditam mesmo no fato daquele fake ser verdadeiro, assim como eu acreditei em alguns... E como me arrependo disso! Mas, voltando aos exemplos, um fake pode ser um empresário muito rico, conquistar uma mulher que não saca muito desses lances de fakes, ela acredita e ele marca um encontro com a mulher, mas não aparece, ri da cara da coitada por mais um ano, dá uma desculpa muito ruim pelo msn e depois marca outro encontro para rir mais uma vez. Ou então, desaparece e não deixa nenhum recado para coitada. Puta Sacanagem!!!

Outro exemplo, são aqueles que fingem estar doentes, pode ser qualquer doença, sabe aquele lance, "coitada da Poliana", ele ou ela sofre, sempre está com dores, sofre com a família, chora lágrimas de crocodilo, pede ajuda para divulgar a doença, e tem até casos, que pede ajuda financeira. Quem mente sobre doença, não tem perdão. Simplesmente um lixo!

O que pode acontecer também é se apaixonar ou ter um relacionamento com um fake e descobrir que tudo era mentira, isso é a pior coisa, mas para que isso não aconteça, sempre que um tipinho desses aparecer pedindo para ser add por você, vá até a página de recados dele ou dela, veja os recados, se existem conversas que mostram amizade com outras pessoas e desconfie de todos.

Eles ou elas são como pragas virtuais, que vem, invadem seu espaço, iludem, deixam marcas, pulam muros, atravessam a fronteira da realidade, aliás não ultrapassam, ficam entre a fronteira da imaginação e da mentira, causam um estrago estrondoso na sua vida e depois, sabe o que acontece? Eles somem, desaparecem, tomam chá de sumiço. Ou então, aparecem de outra forma, com outro nome, com outro estilo, para pegar mais pessoas e pregar mais mentiras.

Mas a culpa também é de quem acredita, assim como eu fui culpada de dar muitos créditos a quem não merecia, dar créditos, é acreditar, tentar ajudar, se comover com a história, na maioria das vezes tropecei na verdade, esbarrei nela, vislumbrei com uma imagem ou uma forma que pareceu corresponder com a verdade, mas aprendi uma lição valiosa, a mentira tem perna curta, bem curta, e mais cedo ou mais tarde a verdade aparece. Ah, se aparece!

Mas, quem pensa que pode fazer o que quer na internet corre o risco de acabar se dando mal. Quem usa a internet para cometer crimes se engana que está livre de qualquer responsabilidade. Caso este ser cometa algum ato ilegal, a pessoa é penalizada da mesma forma, porque por mais que o Código Penal seja antigo, ele é aplicado com o mesmo rigor na internet.

Muitas pessoas agem sossegadas porque acreditam que nunca serão identificadas, porém quem comete atos ilegais na rede é mais cedo ou mais tarde encontrado, se acham invisíveis, mas acabam deixando rastros que permite que a polícia chegue até estes seres.


Costumo comparar estes seres a pessoas que usam máscaras, calma, não é aquelas de carnaval não, bem que poderia ser, porque no carnaval, as pessoas costumam revelar seus sentimentos de uma maneira mais verdadeira e espontânea. Talvez movidas pela máxima de que, no carnaval, tudo é permitido, falo das máscaras que as pessoas usam no cotidiano, que tiram do guarda-roupas como uma peça de vestuário, da cor e formato que mais combinam com a ocasião.

Tão comum como uma camisa ou uma calça, tão normal que, se você sai de casa e esquece essa preciosa “peça” de roupa, termina chocando a todos como se estivesse completamente nú. Que seja, então!

Melhor a “nudez” honesta, a vestir algo falso, com medo de mostrar o que se sente ou pensa. E como deve ser cansativo carregar um disfarce, não há nada mais triste que simular a felicidade.

É digno de pena aquele que se auto-proclama assim, como num pacto silencioso ou num transe coletivo, as pessoas aplaudem e ninguém se arrisca a gritar que o rei está nú.

Daí, vem as práticas medonhas, como a de inventar estratégias para se destacar, perseguir festas e eventos insossos, acontecimentos e reuniões de grupos segmentados, para exibir-se inserido num contexto ou então dissimular sua própria vida, inventando coisas que nunca aconteceu.

Vestir atitudes superficiais e simular sorrisos, expressões e sentimentos apenas para estar “igual” aos outros. Movido pelo combustível do medo de mostrar-se de cara limpa e ser enxotado pelos intolerantes. Estar “integrado” já não é tão in como antes. A ignorância e a falsa intelectualidade já não são mais uma benção. Pode ser que a maioria não entenda, que muitos se afastem, que importa, se você estiver nú e feliz de verdade, pela primeira vez?

Depois que eu cai no conto da carochinha de um fake, estou mais esperta com estas pessoinhas peçonhentas!!!


Eli Amorim.

P.S: Você que de alguma maneira foi prejudicado por algum fake, não fique em silêncio, denuncie, existe diversas delegacias especializadas em crimes digitais, procure uma perto da sua residência.




[Para aqueles que não gostaram deste post, não tô nem aí, o blog é meu e eu coloco o que eu quiser, se isso serve para alertar as pessoas, coloco mesmo!!!]

16:19

Felicidade está nas coisas simples!


O tempo passa, e nós mudamos tanto... Ficamos tão sérios, tão preocupados, e sempre tão sem tempo pra coisa alguma. De repente, alguém disse que para sermos felizes, o que precisamos é ter um bom emprego, uma bela casa, o carro do ano, os aparelhos e as roupas da moda e, claro, termos muito dinheiro na conta. E nós, bobos, seguimos atrás destas coisas cegamente, aficcionadamente, entregando-nos a uma vida afogada em trabalho, estudos, metas, e uma constante insatisfação.

Mas se olharmos para trás, ainda poderemos lembrar de um tempo em que era até engraçado não ter dinheiro e fazer vaquinha pra pagar a conta da lanchonete com nossos melhores amigos. Se não conseguíamos ir todos juntos para a festa ou para o show da hora, fazíamos nossa festa na casa de alguém, ou na rua, mesmo, por que nossa verdadeira festa era estarmos juntos, sorrindo uns com os outros. Mas... para onde foi esse tempo? Para onde foram os amigos? Para onde estamos indo nós?

Nós nascemos muito felizes. Crescemos naquilo que pode ser a expressão mais tangível da felicidade possível, mas aos poucos vamos trocando isso por outros valores, como sucesso profissional e sucesso financeiro... Bem aventurado é aquele que consegue acordar a tempo de perceber que melhor do que fazer horas extras no trabalho ou perder noites de sono em algum projeto ou pesquisa, é sempre reservar um tempo para preservar suas amizades, dedicando-se às pessoas que você ama, à sua família. A felicidade está conosco o tempo todo: nós é que muitas vezes não damos a menor bola pra ela...

[Augusto Branco]

17:01

Muito massa!!! Adoro!

21:53

Recado dele!!!


Oi...

Queria que vc soubesse que o mundo da muitas, muitas voltas Eli. E nessas voltas, de repente encontrei vc. Linda, livre, de bem com a vida. Ou seria o contrário, o destino fez com que cruzasemos nossos caminhos. Eu acredito que tudo tem um sentido, um objetivo na vida. Nada acontece por acaso xuxu. O seu sorriso conquistou-me, tudo, tudo em vc conquistou-me. De uma coisa eu tenho certeza, não posso mudar meu passado; e nem quero tb.

Mas posso esculpir meu futuro, e queria que fosse com vc.


TE ADORO!!!!!!!!!



Pedro Z. Neto
[E-mail 05/07 às 20h30]
P.S.: Aceito xuxu :)

21:53

Menininha!!!


Cara menininha que mora dentro de mim,

Sei que andas tristes e não consegues mais erguer a cabeça.
Não quero que fiques assim
Sinto a sua dor,
você é o melhor que tem em mim
É a ingenuidade, seu jeitinho de sorrir, seus olhos brilhantes e sua vontade de amá-lo novamente.
Mas meninininha,
eu sempre deixei você prevalecer diante das coisas que vivi
sempre te posicionei na frente de tudo para que você pudesse agir
e você minha doce menina sempre soube agir certo.
Nas melhores e piores situações você, foi sempre você.
Eu tive que te colocar ai dentro porque não posso deixar você aqui do lado de fora.
Não posso nem pensar que você pode derramar de novo lágrimas por causa de algum amor louco.
Sei que esta doendo minha linda menina,
mas um dia você vai sair e voltar a tomar a frente.
Não amadureças,
Não cresças,
Não fujas,
Permaneças ai dentro.
Sua hora de sair e agir de novo vai chegar e você vai vitoriar novamente.
Eu espero você aqui do lado de fora na hora certa.
Beijos minha menina.
[Cláudia Fernandes]
Adorei este texto da Cláudia, é como se ela retrata-se este meu momento.
Esta menininha permanecerá dentro de mim, e quando a hora
chegar, ela vai sair... Tenho certeza!
Bom final de semana!
Beijos,
Eli Amorim.

13:32

Minha cabeçudinha, Crisinha!!!




Oi cabeçudinha,

Resolvi escrever pra ti e sobre ti hoje, lembro-me como se fosse ontem, quando eu te conheci na primeira campanha que fizemos para o Robertinho, e você toda tímida veio me procurar, lembra do que conversamos? Eu me lembro, você até ficou emocionada, lembra da pergunta que me fez? "Eli, será que meu doador está por aqui?" E eu respondi, "Não só está, como já fez o teste, e estará esperando por você!" E assim, surgiu uma amizade linda, de Manaus para SP e de SP para Manaus.
Muitas coisas mudaram depois daquelas campanhas né? Mudaram para melhor, conseguimos mais pessoas para fazer o teste, conseguimos mais doadores, mas o seu cabeçudinha, está vindo, eu tenho certeza!!!
Eu prometi que iria achar o doador para você e para o Robertinho, lembra? Foi uma promessa que fiz!!! Para o Robertinho, conseguimos o cordão umbilical, mas infelizmente, não deu tempo. Mas, pra ti, temos tempo ainda, eu sei que temos. Temos muito a fazer ainda, temos muito para conscientizar, temos pessoas que sempre estão conosco para ajudar e eu sei, que não vai ser em vão tudo isso. Acredite.
Eu tenho uma enorme admiração por você, por sua luta, por sua vida, por ser quem você é, mesmo com esta doença que me fez aprender tanto, que eu abomino tanto.
Eu desprezo tanto quem se faz passar por um portador de leucemia. Aqueles que fingem que tem esta doença, não sabe o que é ter realmente, não sente na pele a dor das agulhadas, dos remédios, não sabe o que é dormir, sem saber o que pode acontecer no dia seguinte, pessoas sem coração, que acham que no seu mundinho, é moda ter leucemia, é "cool". Ninguém quer ter isso, ninguém quer isso pra si, por isso que apenas desprezo. Espero que, essas pessoas nunca tenha que realmente enfrentar a leucemia, que saiba que Deus está vendo.
Por isso, Cris, minha admiração cresce a cada dia, pois vir de Manaus, largando a família toda e o noivo para vir para cá, enfrentar tratamentos dolorosos, mas amiga, não perca a fé, nem fique triste, tudo vai se resolver, Deus está do seu lado!!! Tenha confiança!!!
Saiba que estou aqui, para te dar força, conte comigo para o que precisar, para o que der e vier, sem medos, sem angústias, sem neuras... Pois, vamos sair dessa!!!
Lembre-se sempre que a força da nossa amizade vence todas as diferenças... Aliás, para que diferenças se somos amigas? Quando erramos, nos perdoamos e esquecemos. Se temos defeitos, não nos importamos... Trocamos segredos... e respeitamos as divergências. Nas horas incertas, sempre chegamos no momento certo, nos amparamos, nos defendemos, sem pedir, fazemos porque nos sentimos felizes em fazer. Nos reverenciamos, adoramos, idolatramos, apreciamos e admiramos.
Nos mostramos amigas de verdade, quando dizemos o que temos a dizer. Nos aceitamos, sem querer mudanças. Estamos sempre presente, não só nos momentos de alegria, compartilhando prazeres, mas principalmente nos momentos mais difíceis...




Afinal, temos ainda que comemorar, pão com ovo e tubaína, rs! Adorooooooooo...

Beijos minha linda!
Eli Amorim.

16:05

Tristeza demais!!!


Tristeza demais,

promessas demais,

mentiras demais,

política demais,
raiva demais,
choro demais,

roubo demais,
solidão demais,

fome demais,
sede demais,

doença demais,

povo sofre demais,

alegria não tem mais...


:(

17:22

Para aqueles que precisam!!!


Deus não colocaria à toa as pessoas em sua vida. Ajude as pessoas a acreditarem em si mesmas. Comece a observar como tem pessoas por aí com baixa auto estima,
precisando de uma ajuda sua.
Use mais os seus talentos, os seus dons para auxiliar essas pessoas que tanto precisam do seu sorriso, do seu carinho, do seu apoio, da sua fé e da sua esperança. Faça com que elas passem a considerar toda capacidade poderosa que carregam.
Pois quando alguém acredita em si mesmo consegue realizar
o que antes considerava impossível. E todo aquele que não tem a consciência
do porque está agindo com desamor, acaba sentindo o sofrimento que se
expressa em forma de tristeza, vazio, agressividade, depressão...
Quando a auto-estima está baixa a pessoa se sente infeliz, com dúvidas,
até inadequada e insegura. E o que é pior:
acaba se sentindo incapaz de ter alguém que a ame!
Dê o melhor de si para a quem mais necessita.
Faça com que a pessoa confie mais em si ouvindo a sua intuição,
acreditando mais na sua voz interior, reconhecendo seu valor, expressando
seus sentimentos sem medo.....
As pessoas precisam se sentir competentes, capazes, amadas!
Torne alguém feliz nesta quinta-feira doando-se,
falando, ouvindo, abraçando, sorrindo.
Todos nós estamos à procura do amor, da valorização, do reconhecimento, viu?
Valide uma pessoa que esteja a seu lado!
Valorize o ser humano que habita dentro dela!
Por dois motivos: 1º. porque sempre fica um pouco
de perfume nas mãos de quem oferece flores,
e 2º. porque Deus não colocaria à toa as pessoas em sua vida.
Para cada uma delas Ele tem um propósito. Seja esperto e descubra.

"Acredite em você e viva uma vida de verdade."

15:17



“Pai, não sei o que acontece comigo,

mas estou exausta.

Estou cansada, meu corpo e coração estão doentes.

Não sei o que fazer.

Tu podes me ajudar?

Amém.”

21:26

Marcas eternas!


Todos os dias quando me olho no espelho, me chama a atenção uma pequena cicatriz que eu tenho no meu braço, fruto de uma das travessuras que eu costumava fazer quando era criança. Com o tempo ela foi ficando quase imperceptível mais continua lá, dia após dia ela está lá envelhecendo comigo, me lembrando de como é perigoso dar saltos maiores que as pernas, e o legal de tudo isso é que vou morrer com ela, e se viva eu estiver, mesmo daqui a cem anos, ela vai estar comigo, resumindo, essa pequena cicatriz agora é parte de um todo que sou eu, ela sofre, ela ri e chora comigo é uma companheira inseparável...

Existem pessoas que são assim também, como a minha cicatriz, elas costumam deixar marcas, impressões pessoais, visíveis e invisíveis, é esse o ponto central desse post, eu vim falar sobre essas pequenas marcas que nos acompanharam pra sempre, as visíveis se restringem ao modo de vestir, ou um brilho diferente no olhar, e por ai vai... Essas são meio superficiais.

Mais ao contrário das cicatrizes que ficam expostas as marcas mais importantes que alguém pode deixar são aquelas que não conseguimos ver, aquelas que ficam cravadas dentro do coração e da alma, o tempo passa você envelhece, muda as perspectivas, as ideologias, mais as marcas, essas vão ficando, assim como a minha pequena cicatriz, são eternas enquanto você existir.

Eu me pergunto às vezes, se ele sabe quantas marcas eternas deixou em mim, ou quantos pedacinhos dele fazem parte da minha vida agora, pedacinhos que levarei por toda minha história. Acredito que ele não tenha idéia ou finge que não sabe!

E quanto às marcas que deixei? Será que foram eternas também ou simplesmente momentâneas?
Essa pergunta eu deixo sem resposta, afinal eu não tenho resposta para tudo, não sei se sou uma
pessoa tão marcante assim. Algumas pessoas são inesquecíveis, outras apenas passageiras, eu pelo meno gostaria de pensar que fui inesquecível.

Texto Adaptado - Eli Amorim. There is always hope!!! I Believe!!!

14:51

Palestra Eli Amorim! Doação de Medula Óssea.



Fiz este vídeo o ano passado, foi uma palestra que apresentei para a minha turma na faculdade.
Resolvi colocar para alertar muita gente, que temos mais de 1600 pessoas na fila de espera por um doador de medula óssea.
Neste vídeo peço ajuda para o meu sobrinho Robertinho, infelizmente, ele não está mais conosco, mas acredito que sirva para conscientizar muitas outras pessoas.
Assista, não é uma palestra profissional, mas foi feita com muito amor!!!
Um dia na sua vida, por uma vida inteira! Pense Nisso!!!
Beijos,
Eli Amorim.